night e cia
InicialDestaquesTop20AgendaCasasCinemaFotosRevistaBlogColunistasContato
COLUNISTA

André Duba

WEB MASTER - GAMER @andrenatty

Sekiro: Shadows Die Twice

26.4.21      Texto: André Duba      Fotos: Divulgação
Respire. Aprenda. Pratique. Tente. Morra mais uma vez. Repita.
 
"Filho da p***!", é o que você com certeza vai dizer em alto e bom tom quando finalmente matar um dos chefões mais desafiadores de Sekiro: Shadows Die Twice -- após umas 10 ou mais tentativas de falhas. Não se esperaria outra reação vindo de um game da FromSoftware, estúdio responsável por Dark Souls e Bloodborne e, eventualmente, pelo conceito denominado "gênero Soulsborne".
 
O termo “Soulslike” ficou amplamente conhecido nos últimos tempos pelos jogadores por ser exaustivamente usado para se referir a uma das seguintes opções: 1) jogos extremamente difíceis, ou; 2) mecânicas e/ou elementos que lembram os jogos mais recentes (e mais conhecidos?) da From Software - isto é, Demon Souls, Dark Souls e Bloodborne.
 
Sekiro: Shadows Die Twice É um jogo eletrônico de ação-aventura desenvolvido pela FromSoftware e publicado pela Activision. Foi lançado em 22 de março de 2019 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One e recebeu uma versão para o Google Stadia em 28 de outubro de 2020. O jogo se passa em uma versão mágica e fictícia do período Sengoku no Japão, e segue um shinobi que tenta se vingar de um clã samurai que o atacou e sequestrou seu lorde.
 
(Quase) um jogo de luta
O combate de Sekiro é onde o game verdadeiramente brilha. Ainda será preciso conhecer e aprender como cada inimigo se comporta nas batalhas. Contudo, ainda que você tenha todo o arsenal mais mortal do mundo, se não entender o sistema de repelir (parry) e de postura (stance), jamais chegará longe.
Sekiro é intensamente desafiador - a um nível quase Demon's Souls de dificuldade, mas com os aprimoramentos e estratégias de Bloodborne e Tenchu (outro game que a From Software esteve envolvida), talvez? É uma forma de se colocar. O melhor conselho para dar em termos de “superar os desafios” do jogo certamente é: colete tudo que encontrar pelo caminho, incluindo as moedas de ouro (Sen); e sempre volte ao Templo Dilapidado para conversar com o Escultor e para treinar com Hanbei, o Imortal.
 
Ambientação
Uma das mudanças notáveis quando comparado com os demais jogos da desenvolvedora é a ambientação. Você imerge no Japão do conturbado período histórico Sengoku, que acontece entre os séculos XV e XVI. Neste cenário chamado Ashina, o jogador encontra locais mais iluminados e menos sinistros do que os antecessores, mas a sensação de medo, claustrofobia e perseguição continua, mesmo em meio aos lindos raios de sol que atravessam as frestas das coloridas árvores do outono-inverno.
Sekiro está lindo. Embora os corpos d'água, como rios e lagos, e os rostos dos personagens durante o gameplay sejam um pouco... estranhos... o visual, de forma geral, está fantástico.
 
Linhagem do Dragão
Dentre os muitos pontos positivos de Sekiro, um deles é a narrativa e como ela é explorada, mesclando elementos de jogabilidade e também ambientando o jogador em meio a cultura e a mística japonesa. A história começa, inclusive, com Lobo ainda pequeno sendo acolhido pelo Coruja, que se torna seu pai adotivo e mestre.
O flashback acaba com ele acordando à beira da morte e tudo o que sabemos é que Lobo tem um novo mestre, a quem precisa resgatar imediatamente. Este é só o começo da jornada e, claro, apenas a ponta do iceberg. E conforme a história se desenrola, aprende-se que o protagonista tem a habilidade de ressuscitar, possivelmente porque ele faz parte da Linhagem do Dragão.
Em termos de gameplay, isso é ótimo: você recebe mais uma chance caso morra em meio àquela batalha ferrenha contra um chefe, onde estava quase o derrotando. Entretanto, tudo tem um preço e, neste aspecto, Sekiro é bastante justo e honesto. Afinal, abusar de uma habilidade tão boa não poderia apenas beneficiar. É a lei da troca equivalente.
Conclusão
 
Sekiro: Shadows Die Twice eleva a qualidade do "gênero" Soulsborne, mantendo a essência que os fãs tanto amam, mas abrindo portas para os que querem dar uma chance à fórmula -- agora evoluída. Apesar da existência de eventuais bugs que podem quebrar toda a estratégia planejada pelo jogador, o gameplay é esplêndido, com um extenso leque de habilidades e ferramentas ao seu dispor -- use-os como quiser ou simplesmente não use, caso assim queira. "Desafio" é o que resume encarar cada inimigo em Sekiro, mas "felicidade", "recompensa" e "satisfação" são as palavras que determinam o estado de espírito do jogador quando há sucesso
por André Huscher
por Dani Rebelo
por Dani Rebelo
por André Duba
por Heydi Costa
por André Huscher
por Manoella Deschamps
por Manoella Deschamps
por André Huscher
por Dani Rebelo
por Manoella Deschamps
por Dani Rebelo
por Heydi Costa
por Manoella Deschamps
ARQUIVOS 2021

JUNHO
MAIO
ABRIL
MARçO
FEVEREIRO
JANEIRO


ARQUIVOS 2020

DEZEMBRO
OUTUBRO
AGOSTO
JULHO
JUNHO
MARçO
FEVEREIRO
JANEIRO


night e cia - Todos os direitos reservados. Copyright 2003-2021



Rua Anita Garibaldi, 425, Itajaí - SC - Brasil - CEP: 88303 020
Info.: 47 3344-8600
E-mail: direcao@nightecia.com.br
Oi,
me dá seu e-mail?